10 de abr de 2010

1 Samuel: 17-19

          Na leitura de hoje Saul é atacado ou possesso de um espírito maligno, mas dessa vez sua raiva o faz tentar matar Davi. Por duas vezes isso acontece, dando a entender que esse espírito era de inveja, porque em uma parte diz que Saul sabia que Deus o havia abandonado e agora estava com Davi.
          Uma coisa me intriga: por que o texto insiste em dizer que esse espírito maligno vinha de Deus?
          Depois que Saul percebeu que o povo gostava mais de Davi ele teve ódio deste e nunca mais o parou de persegui para matá-lo.

          Um fato interessante, que me chamou a atenção foi que Saul mandou seus servos atrás de Davi na casa de profetas e chegando lá todos passaram a profetizar e até mesmo Saul que sempre era acometido pelo espírito do mal, também profetizou deitado no chão sem sua capa, como se tivesse paralizado e não tivesse mais vontade própria e por um dia ficou assim.
          A história de Saul muito me intriga. Como alguém que foi chamado por Deus se entrega a ele, o serve fielmente por um tempo, depois cai em pecado e nunca mais se ergue novamente? O que fez de tão grave para perder o espírito de Deus? E por que mesmo sabendo que Deus estava com Davi ainda assim o queria matar? Por que Deus o deixou vivo, mesmo ele estando sem seu espírito? Será que havia espença para Saul?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...