11 de dez de 2011

O Poder da Graça de Deus

1- Quero falar, hoje, sobre o maior poder do Universo.

2- Não é sobre a bomba de Hidrogênio.

3- Sabe qual é o maior poder que existe em todo o Universo?

Vamos ler sobre esse poder em Tito 2:11-14: “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.”
I – A GRAÇA DE DEUS É UM PODER SALVADOR
A graça “se manifestou”. Foi revelada.

Antes, ela estava oculta: nem os anjos do Céu conheciam essa graça. Isso era um mistério desconhecido, sem ser necessitada.

Agora, ela se manifestou na plenitude dos tempos, exatamente como foi previsto por Deus.

De que modo ela se manifestou? Note a próxima expressão:

A graça se manifestou “salvadora”.

A graça nos salva do pecado: Pecado é violação da Lei de Deus.

A graça nos salva da iniqüidade: Falta de justiça, de eqüidade.

A graça nos salva da transgressão: Desobediência.

A graça nos salva de toda sorte de pecado: maldade, vício, perversidade, rebelião,concupiscência, lascívia, impiedade e incredulidade. Não existe pecado do qual a graça não nos salve.

A graça se manifestou salvadora “a todos os homens”.

[1] Como pode ser isso? Será que todos os homens já estão salvos? Não é Universalismo? Universalismo é a doutrina que ensina que Deus é tão bom que no final Ele salvará a toda a humanidade, e que ninguém precisa se preocupar com tudo isto.

[2] Paulo não é universalista. Ele diz que todos os homens já estão salvos pelo que Cristo fez na Cruz do Calvário. Na Cruz, Ele salvou a toda a humanidade, Ele garantiu a libertação para todos. Na cruz, “a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens”. Todos os homens foram considerados livres naquele momento. Mas como?

[3] Judicialmente. No passado, Deus em Cristo salvou a toda a humanidade na Cruz. Era uma libertação judicial, um decreto.

[4] Isto significa que todos estão livres do pecado, mas apenas judicialmente. JC pagou o preço e libertou a todos. Mas embora houvesse uma declaração judicial de libertação na Cruz, nem todos estão salvos.

[5] Por ex.: A 13 maio de 1888, o governo baixou um decreto, abolindo a Escravatura, libertando a todos os escravos no Brasil. Todos eram livres a partir de então, mas muitos não se sentiam livres e continuaram ligados aos seus donos, e continuaram escravos, embora já fossem livres.

[6] Não é maravilhoso isto? A graça de Deus fez isto!

[7] Portanto, “a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens.” E isso explica a predestinação: – Todos os que aceitarem a graça, são predestinados para a salvação.

Portanto, você já está salvo.

[1] Como posso dizer isso? É a verdade do texto.

[2] “Todos os homens” – Todos já foram salvos. Toda a humanidade. Salvos pela Cruz.

[3] Inclusive você.

Se você ainda não se sente salvo:

[1] Aqui está a maior notícia: a graça de Deus é um poder salvador.

[2] As obras humanas não salvam: – por mais que nos esforcemos em guardar leis e regulamentos, não poderemos nos salvar através de nossas obras humanas.

[3] Não temos méritos em nós para a salvação: – dentro de nós não existe nada que nos possa ajudar. Estamos completamente desamparados neste sentido. Os livros espíritas de auto-ajuda querem nos convencer de que dentro de nós temos poderes infinitos. Não acredite; é mentira.

[4] Unicamente a graça pode salvar:

Certa vez, um pastor dirigiu uma reunião em determinado local nos Estados Unidos, e se aproximou um jovem e lhe fez a seguinte pergunta:

“- Pastor, o que eu devo fazer para me salvar?” “- Tarde demais!’, disse o ministro. “- Mas como? Deve haver ainda alguma esperança para mim!” “- Tarde demais!”, respondeu o ministro. “- Pastor, eu sei que eu fui um grande pecador. Mas será que eu estou perdido mesmo? Eu só queria saber o que eu devo fazer para me salvar!” “- Tarde demais! Você não pode fazer mais nada, porque tudo o que era preciso para você se salvar, Jesus Cristo já fez na Cruz do Calvário!”, disse o pastor com toda a sabedoria. “- Você só tem que aceitar o que Cristo fez”.

II – A GRAÇA DE DEUS É UM PODER EDUCADOR
Há aqui 3 verbos importantes:

1- Renegar (Renunciar)

[1] Temos que Renegar a Impiedade. O que significa isto?

Impiedade é falta de religião e de relacionamento com Deus.

Impiedade é a base de todo os pecados.

A humanidade está perdida por causa da impiedade.

Impiedade é desprezo de Deus. É ignorar ao Senhor.

É completa indiferença para com o Criador.

É o maior pecado de omissão e negligência que pode ser cometido para a própria perdição humana.

Os cristãos renegam, renunciam a impiedade.

[2] Temos que Renegar as Paixões. O que são Paixões? Paixão é um desejo forte.

Todos temos paixões, impulsos, porque fomos criados assim. Mas aqui são mencionadas ‘paixões mundanas”, ou seja as paixões pecaminosas que são praticadas pelo mundo de ímpios.

Estas são todas as obras da carne que começam nos pensamentos da natureza pecaminosa do homem.

Este é o resultado da impiedade. Quando homens e mulheres praticam a impiedade, fatalmente caem nos seus desejos pecaminosos das paixões mundanas.

Os cristãos sinceros renegam, renunciam as paixões mundanas. A graça nos educa a renunciar as paixões.

2- Viver – é o outro verbo

De que modo? Há aqui 3 características do nosso modo de viver:

[1] sensatamente. Precisamos de sensatez, sabedoria. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”. Se precisamos de sabedoria para viver, então, devemos possuir o temor de Deus diante dos nossos olhos.

[2] justamente. A nossa vida deve ser justa, devemos praticar a justiça. Não basta fazermos profissão; temos que ser justos.

[3] piedosamente. A 3º característica de nossa vida, como salvos pela graça de Deus, é a piedade; vivemos piedosamente. Agora, se impiedade significa viver sem religião, piedade significa o contrário: vamos viver à luz da presença de Deus, vamos estar sempre em comunhão com Deus, vamos ser verdadeiros e sinceros com o nosso Deus.

3- Aguardar – é o 3º verbo do poder educador da graça

Como podemos viver esta vida sensata, justa e piedosamente? Aguardando a Vinda de Jesus. Quando fazemos isto, não temos razões para nos desviar.

Como é chamada a Volta de Jesus?

[1] bendita esperança – Temos muitas esperanças como cristãos. Mas esta é a suprema esperança, a esperança das esperanças, a bem-aventurada esperança, a esperança que consuma todas as outras.

[2] manifestação da glória – a graça nos indica a glória.

Nós estamos aguardando aquele dia de glória quando veremos a glória de Jesus Cristo.

Será o maior acontecimento da História.

Ele não somente manifestou a sua graça, mas ainda manifestará a Sua glória.

A glória será dada a todos os que aceitaram a graça.

Como é chamado Aquele que está vindo em glória?

[3] grande Deus e Salvador – esta é uma das mais importantes declarações do apóstolo Paulo, porque afirma plenamente a Divindade de Jesus Cristo, a Sua grandeza e majestade.

Precisamos nos firmar nesta doutrina, porque justamente nestes últimos dias muitos estão negando que Jesus é Deus em seu sentido absoluto e pleno. Anote este verso.

Mas o apóstolo não deixa margem para dúvidas: Jesus Cristo é o grande Deus que nos tem dado a Sua graça maravilhosa.

Ele é o grande Deus e Salvador que virá para nos buscar em sua 2ª vinda.

Aqui temos 2 tremendas afirmações: (1)- Ele é Deus no mais pleno sentido, e (2)- Seu retorno a este planeta será o grande clímax da História.

III – A GRAÇA DE DEUS É UM PODER REDENTOR

1- A graça indica o tipo do Sacrifício de Jesus.

[1] Ele Se deu a Si mesmo por nós. O sacrifício de Cristo não foi um ato arbitrário do Pai. Cristo deu-se a Si mesmo por nós, como um sacrifício voluntário para ser o nosso Salvador. Ele Se entregou voluntariamente para morrer por nós.

[2] Ele fez um Sacrifício Vicário. A morte de Cristo foi vicária ou substitutiva, ou seja, Ele nos substituiu na morte: nós deveríamos morrer, mas Ele morreu em nosso lugar.

2- A graça indica o Propósito do Sacrifício:

[1] Remir-nos de toda a iniqüidade.

Isto significa libertar-nos de toda a iniqüidade ou pecado.

Você ainda se acha preso ou escravizado por algum pecado? O sacrifício de Jesus tem o objetivo de libertar-nos. O sangue de Cristo nos liberta de todo o pecado.

Ademais, o Espírito Santo completa a obra de Cristo, purificando a nossa natureza pecaminosa, quando nós consentimos nisso. Você consente em que o Espírito Santo faça isso? Ou você resiste aos Seus apelos?

[2] Purificar um povo especial (pelo Sangue de Jesus)

Exclusivamente Seu. Somos de Deus. Pertencemos a Deus. Ele nos criou, Ele nos redimiu, Ele nos purificou, Ele nos sustenta. Portanto, somos Seus, de modo exclusivo. Satanás não tem nada mais a dizer.

Zeloso de boas obras. Aqui está o equilíbrio exato da mensagem de Paulo: Embora as obras não tem poder de nos salvar, somos purificados a fim de produzir boas obras como o fruto da salvação pela graça.

APELO

[1] Um pastor caminhava pelas avenidas de um grande cemitério contemplando os formosos jardins e tumbas com seus epitáfios e esculturas, quando de repente se encontrou com um homem de joelhos diante duma tumba e chorando emocionadamente.

Querendo consolar o homem que ali se encontrava, aproximou-se e lhe perguntou:

É sua esposa que jaz aqui? – Não senhor – respondeu.

Sua filha? – Não senhor.

Por acaso será um de seus filhos? – Não senhor, foi ainda a resposta.

De quem então são os restos que aqui descansam? – insistiu o ministro. O homem se levantou e respondeu:

Aqui jazem os restos do homem que morreu por mim.

Como sucedeu isso?

– Quando a guerra civil estava em seu auge, fui chamado às fileiras. Na noite anterior à minha partida, estava assentado com minha esposa que chorava e meus 4 filhos pequenos ao redor da mesa. Aconselhava-lhes como deviam viver se eu caísse morto nos campos de batalha. Suplicava aos meus filhos que fossem respeitosos com sua mãe, portando-se como filhos dignos do nome de seu pai.

Assim, enquanto todos chorávamos de emoção, entristecidos pela partida que se aproximava, alguém chamou à porta. Era meu vizinho, que ao entrar nos disse o seguinte:

– Amigo, soube que amanhã você deve se alistar no exército para participar da guerra civil. Pensando nisto cheguei à conclusão de que sua esposa e seus filhos necessitam de você.

Eu não fui chamado, porém sou solteiro; a única pessoa que depende de mim, é minha mãe idosa. Irei em seu lugar e sob o seu nome. Somente lhe peço que você cuide de minha mãe como se fora a sua própria, e que se eu cair para sempre nos campos de luta, você cuide dela até o fim de seus dias.

– Eu aceitei a proposta. No dia seguinte este meu vizinho se apresentou no exército como meu substituto, e duas semanas depois caiu mortalmente ferido num combate. Aqui está sepultado o homem que morreu em meu lugar, e por isto estou chorando agradecido em sua tumba. Ele morreu em meu lugar.

Você também gostaria de ser mais agradecido pelo sacrifício de Jesus Cristo e por Sua graça?

[2] Não deixe a sua salvação para amanhã.

[3] Busque a graça de Deus, através de Jesus Cristo.

[4] Prepare-se para a Volta do nosso Senhor Jesus.

Pr. Roberto Biagini

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...